Você está aqui: Página Inicial / Disciplinas / Relações da Anatomia com Algumas Propriedades Físicas e Mecânicas Como Base Para Determinar a Qualidade de Madeiras

Relações da Anatomia com Algumas Propriedades Físicas e Mecânicas Como Base Para Determinar a Qualidade de Madeiras

Disciplina Optativa

Número de Créditos: 10

Ementa:

Nesta disciplina serão oferecidas condições para que os estudantes compreendam e reflitam sobre a influência da anatomia da madeira com diferentes tipos, dimensões e frequência de células e sua variação ao longo do tronco, nas propriedades físicas e mecânicas como base para determinar a qualidade da madeira para as mais diversas aplicações. O conteúdo apresentado terá como base a literatura de referência na área, bem como resultados de estudos realizados com diversas espécies nativas de ecossistemas do estado de São Paulo e plantios experimentais de nativas e exóticas. Espera-se que ao final da disciplina, os alunos estejam aptos a relacionar como as variações celulares, tanto as determinadas pelo crescimento e desenvolvimento, quanto àquelas determinadas por fatores ambientais interferem nas propriedades da madeira das árvores vivas e da madeira serrada, que é empregada como matéria prima em diversas aplicações.

Bibliografia Principal:

BAAS, P.; EWERS, F.W.; DAVIS, S.D.; WHEELER, E.A. Evolution of xylem physiology. In: POOLE, I.; HEMSLEY, A. (eds). Evolution of Plant Physiology. London: Elsevier Academic Press. (Linnaean Society Symposium Series), 2004. p 273-295. BARNETT, J.R.; JERONIMIDIS, G. (eds.) Wood quality and its biological basis. Oxford, Blackwell Publishing Ltd, 2003. 211p. BURGER, L. M. & RICHTER, H. G. 1991. Anatomia da madeira. São Paulo, Editora Nobel, 154p. HACKE, U.G., J.S. SPERRY & J. PITTERMANN. 2005. Efficiency versus safety tradeoffs for water conduction in angiosperm vessels versus gymnosperm tracheids. In: N.M. Holbrook & M.A. Zwienniecki (eds.) Vascular transport in plants: 333-354. Elsevier Inc., Amsterdam. HOADLEY, B. Understanding Wood: A Craftsman’s Guide to Wood Technology. Taunton Press, Newtown, CT, 2000. IAWA List of microscopic features for hardwood identification. 1989. IAWA Journal. 10 (3):219-332. LANCHENBRUCH B, MOORE JR, EVANS R (2011) Radial variation in wood structure and function in woody plants, and hypotheses for its occurrence. In: MEINZER FC, LANCHENBRUCH B, DAWSON TE (ed) Size-and Age-Related Changes in Tree Structure and Function, pp. 121-164. MAINIERI, C. & CHIMELO, J.P. 1989. Fichas de características das madeiras brasileiras Insituto de Pesquisas Tecnológicas - Divisão de Madeiras, São Paulo, 418p. MAINIERI, C., CHIMELO, J.P. & ANGYALOSSY-ALFONSO, V., 1983. Manual de identificação das principais madeiras comerciais brasileiras. PROMOCET, São Paulo, 241p. MATTHECK, C.; KUBLER, H. Wood – The internal optimization of trees. Berlin, Spring-Verlag. 1995. 129p. NIKLAS, K.J. Plant biomechanics: an engineering approach to plant form and function. Chicago & London: The University of Chicago Press, 1992. 607p. PANSHIN, A.J., DE ZEEUW, C. Textbook of wood technology. 4th Ed. McGraw-Hill, New York, 1980.